A ESTRELA DA ESPERANÇA

 

1. Para muitos já as férias acabaram, e está de volta o trabalho, as aulas, aPERTO+DAS+ESTRELAS rotina. Portanto, vou hoje contar uma história tirada do baú da grande tradição hebraica. É uma história que fala de estrelas e de esperança, e daquilo que as estrelas e a esperança têm a ver connosco. Somos frágeis e pequenos, e é sempre bom aprender a levantar os olhos para o céu e a baixá-los sobre o coração.

 2. Era uma vez milhões e milhões de estrelas espalhadas pelo céu. Havia estrelas de todas as cores: brancas, amarelas, prateadas, cor-de-rosa, vermelhas, azuis… Um dia foram à procura de Deus, Senhor de todo o universo, e disseram-lhe: «Senhor, gostaríamos de viver na terra, no meio dos homens». «Seja como quereis», respondeu Deus. «Podeis descer à terra. Conservar-vos-ei pequeninas, como sois vistas pelos homens».

 3. Conta-se que, naquela noite, houve uma deslumbrante chuva de estrelas. Acoitaram-se umas nas montanhas, enquanto outras se instalaram no meio dos brinquedos das crianças. Certo é que a terra ficou maravilhosamente iluminada.

 4. Algum tempo depois, porém, as estrelas resolveram abandonar a terra, e voltaram para o céu. A terra ficou outra vez escura e triste. «Por que voltastes?», perguntou Deus. Então as estrelas responderam: «Senhor, não aguentámos permanecer no meio de tanta miséria, violência, guerra, fome, doença, morte». Ao que Deus terá retorquido: «Tendes razão, estais melhor aqui no céu, em que tudo é sossego e perfeição, ao contrário da terra em que tudo é transitório e mortal».

 5. Depois de todas as estrelas se terem apresentado e de ter conferido o seu número, Deus anotou: «Mas falta aqui uma estrela; ter-se-á perdido no caminho?» Ao que um anjo, que estava por perto, respondeu: «Houve uma estrela que resolveu ficar na terra, porque pensa que o seu lugar é exactamente no meio da imperfeição, onde as coisas não correm bem». «Mas que estrela é essa?», perguntou novamente Deus. E o anjo respondeu: «por coincidência, Senhor, era a única estrela daquela cor». «Qual é a cor dessa estrela?», insistiu Deus. O anjo respondeu: «Essa estrela é verde, da cor da esperança».

 6. Olharam então para a terra, mas a estrela verde, da esperança, já não estava só. A terra estava outra vez iluminada, com luzes em todas as janelas, porque ardia uma estrela no coração de cada ser humano. A esperança, diz a tradição hebraica, é o único sentimento que o ser humano possui, e Deus não, porque, conhecendo o futuro, Deus já não espera. A esperança é própria do ser humano, que é imperfeito, que erra e que não sabe como será o dia de amanhã.

 7. Meu irmão de Setembro, rezo para que brilhe cada vez mais a estrela da esperança que arde em ti e na tua casa. E a nossa terra pode ser mais céu.

 António Couto

15 Responses to A ESTRELA DA ESPERANÇA

  1. Eduarte diz:

    Muito obrigada,D. António Couto por esta estrêla da esperança.
    Estou a atravessar uma fase na minha vida em que a esperança está um pouco “desesperançada”.

  2. maria diz:

    A Abundância… sempre a Abundância Universal, tão longe do Narciso da mitologia grega… A Universalidade da Graça Presente. Do Dom. Por nós. Para nós.
    Obrigada Padre Couto.

  3. Luisinha diz:

    Que linda história! E, por coincidência, lida pouco antes de ir dormir, sinto-me como as crianças que ouvem uma história para adormecer. E com “Era uma vez” e tudo!
    Obrigada por esta esperança que precisa de se fortalecer neste Setembro, mês de novo ano lectivo, mês dos meus anos e o mês do momento do início da partida das andorinhas… Mas há-de tudo correr bem!
    Entretanto vou ficar a pensar em como deve ser estranho começar a evoluir, ficar mais perto de Deus e com isso não precisar mais de ter esperança, tal como Ele. Além disso a nossa condição de imperfeição dá-nos essa estrelinha de esperança que nos faz ao mesmo tempo ter resignação pela nossa condição de imperfeição e almejar o perfeito em comunhão com Deus!
    E já estou a divagar muito, como sempre…
    Vou dormir agradecendo uma vez mais.

    Paz e Bem
    Luisinha

  4. Amália diz:

    ESPERANÇA! é como estar na véspera da alegria tal como se está na véspera de um evento em que acreditamos muito. Muito obrigada P. Couto

  5. José Frazão diz:

    Fez-me lembrar um PPS, tipicamente igual na mensagem, mas interessante pela ilustração da imagem e do som. Será que não dá para anexar? – Seria interessante partilhá-lo, em anexo…

    • mesadepalavras diz:

      Caríssimo Amigo,
      O pps que eu conheço desconhece a origem da história e nunca a viu escrita em condições; anda, além disso, num português que faz doer. A começar logo com aquele “Haviam”!!! Se tiver um mais razoável, mande, que eu tentarei anexá-lo…

  6. maria de fátima diz:

    Da minha casa também não se vê essa estrela. Vou fazer-me ao largo a ver se encontro algum ponto da sua luz por aqui e por ali.

  7. E. Puga diz:

    Obrigada, D. António, por mais esta bela partilha!
    Sim! Que a estrela da Esperança nunca se apague nos nossos corações e que tenhamos sempre a coragem de a transmitir a todos, mas principalmente nos ambientes em que ela permanece mais “ofuscada”…

    Um abraço amigo,
    Elisabete

  8. Manuel diz:

    Que linda esta história da estrela da Esperança!
    Nesta estrela de cor verde vejo o símbolo da atitude daquela criança generosa, que só se sente bem no meio das outras crianças, pequenas como ela, a irradiarem alegria e paz. É que às crianças, nada tendo, porque pequenas, nada falta… nem a Esperança!
    Obrigado, D. António.

    Seu amigo,
    Manuel

  9. Paula Fernandes diz:

    Povo sábio …

    Deus não espera porque tudo conhece e, antecipadamente, tudo prepara.

    Nós nada sabemos – “O futuro a Deus pertence” – e então, confiadamente, esperamos.
    Isto é, temendo o desconhecido, procuramos, actuamos, lutamos – continuamente – sempre na esperança de um amanhã melhor.

    Feliz escolha de Deus para o Homem.

    Vejo a Esperança como um pré-requisito, um pressuposto da Vida, de uma Vida com sentido e, também por isso, feliz.
    De facto, sem Esperança não a sinto, a Vida …

    É muito bonita, esta história do povo hebreu.

  10. E.Coelho diz:

    Fé + ESPERANÇA + Caridade! « I have a dream…». Um re+conhecimento.
    Abraço,
    Elisa

  11. jose oliveira diz:

    Olá!
    Mais uma história,com função de mensagem,neste inicio de ano escolar.Que bela LUZ tem essa estrela!
    Vamos,neste Setembro distribuir Sentimentos de ESPERANÇA

    Esperança E
    Setembro S
    Partilha P
    Espelho E
    Rosto R
    Amizade A
    Nitidez N
    Confiança C
    Amor. A. Bem haja e até Sempre.

  12. Elisa diz:

    Mas que doce conto!!! Belo e maravilhoso, deixou-me com um sorriso nos lábios!
    Eu creio que em terra, há muitas estrelas verdes da cor da esperança, que vão a vão iluminando, aqui e ali.
    Se assim não fosse, a nossa vida interior, seria uma completa escuridão!
    Obrigada por tão deliciosa mensagem!
    Bem haja, quem nos vai apontando as estrelinhas verdes da cor da esperança!

  13. Carlos Paulo diz:

    Bem-Haja por este texto tão saboroso, D. António!

    A Vida não corre bem, para muitos (não só para mim!!), e andamos sempre a fugir deste mundo com «tanta miséria, violência, guerra, fome, doença, morte», para lugares paradisíacos, inventados. Temos-nos de vestir de verde, para, desta feita, iluminar de esperança os outros – que co-habitam connosco este Mundo – e para, quando nos vermos ao espelho pela manhã, termos esperança em cada dia presente que começa.

    Grande Abraço!

%d bloggers like this: