DÁ-NOS, SENHOR, O TEU SOPRO CRIADOR

Março 30, 2010
As flores dos nossos jardins são belas,
mas secam e fenecem.
 
Os nossos sonhos crescem,
esvaziam,
quebram
sob um véu de luto.
 
Mas as árvores que florescem
Anunciam
que ainda vão dar fruto.
 
Toma em tuas mãos, Senhor,                                                   
a nossa terra ardida.
Beija-a.
Sopra nela outra vez o teu alento,
a tua aragem,
e veremos nela outra vez impressa a tua imagem.
 
António Couto
Anúncios