FESTA DA APRESENTAÇÃO DO SENHOR


 

1. AIgreja Una e Santa celebra em 2 de Fevereiro, quarenta dias depois do Natal, a Festa da APRESENTAÇÃO do Senhor, que as Igrejas do Oriente conhecem por Festa do ENCONTRO (Hypapantê) e dos Encontros: Encontro de DEUS com o seu POVO agradecido, mas também de MARIA, de JOSÉ e de JESUS com SIMEÃO e ANA. Também connosco.

 2. Quarenta dias depois do seu nascimento, sujeito à Lei (Gálatas 4,4), JESUS, como filho varão primogénito, é APRESENTADO a Deus, a quem, sempre segundo a Lei de Deus, pertence. De facto, o Livro do Êxodo prescreve que todo o filho primogénito, macho, quer dos homens quer dos animais, é pertença de Deus (Êxodo 13,11-13), bem como os primeiros frutos dos campos (Deuteronómio 26,1-10).

 3. É assim que, para cumprir a Lei de Deus, quarenta dias depois do seu nascimento, JESUS é levado pela primeira vez ao Templo, onde, também pela primeira vez, se deixa ver como a Luz do mundo e a nossa esperança.

 4. Compõe a cena um velhinho chamado SIMEÃO, nome que significa «ESCUTADOR», que vive atentamente à escuta, e que o Evangelho apresenta como um homem justo e piedoso, que esperava a consolação de Israel. Ora, esse velhinho que vivia à espera e à escuta, com premurosa atenção, veio ao Templo, e, ao ver aquele MENINO, pegou nele nos braços. Por isso, os Padres gregos dão a SIMEÃO o título belo de Theodóchos [= recebedor de Deus]. É então que SIMEÃO entoa o canto feliz do entardecer da sua vida, um dos mais belos cantos que a Bíblia regista: «Agora, Senhor, podes deixar o teu servo partir em paz, porque os meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos, Luz que vem iluminar as nações e glória do teu povo, Israel!»

 5. E, na circunstância, também uma velhinha chegou carregada de esperança. Chamava-se ANA, que significa «GRAÇA»; é dita «Profetisa», isto é, que anda sintonizada em onda curta com a Palavra de Deus; era filha de Fanuel, que significa «Rosto de Deus»; era da tribo de Aser, que significa «Felicidade». Tanta intimidade com Deus! Também esta velhinha serena e feliz –  com 84 anos, número perfeito de números perfeitos (7 x 12) – viu aquele MENINO. E diz o Evangelho que se pôs a falar dele a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém!

 6. Esta é a Festa da Alegria e da Esperança acumulada e realizada. É a Festa da Luz. SIMEÃO e ANA viram a Luz e exultaram de Alegria. HOJE somos nós que nos chamamos SIMEÃO e ANA. Somos nós que recebemos esta Luz nos braços, e que ficamos a fazer parte da família da Felicidade e a viver pertinho de Deus, Rosto a Rosto com Deus, Escutadores atentos do bater do coração de Deus. Felizes sois vós, os pobres! (Lucas 6,20). Felizes os olhos que vêem o que vós vedes e os ouvidos que ouvem o que vós ouvis! (Lucas 10,23).

 7. Fevereiro é um mês de Alegria, de Apresentação e Encontro, de Consagração e Contemplação. Num mundo triste e cansado, e tantas vezes enjoado, como o nosso, Maria, José e o Menino, Simeão e Ana são ícones de Felicidade, que nos vêm dizer que se cresce, não apenas em idade, mas em idade, sabedoria e Graça!

 António Couto

Anúncios

4 Responses to FESTA DA APRESENTAÇÃO DO SENHOR

  1. João Manuel diz:

    D. António Couto

    Sentimos a bênção que foi para a Igreja de Lamego. “Vimos” (testemunhamos) a bênção que será (é) na Igreja de Lamego. Como foi bom estar aí tão perto para ver essa “autoridade” ao jeito dO da “sem autoridade” de Cafarnaum…

    Ramo de amendoeira o acompanhe sempre: aquele que, em flores, bem-aventura o espírito em Deus; aquele que, com amêndoas, “revitaliza”, pela Senhora dos Remédios, o “vendaval” do sangue das artérias num “coração de carne”.

    Que graça será para nós a graça de, nesse ramo, poder rejubilar. Deus no-lo conceda.

    Que o seu estar “entre Deus e o povo, para impedir que o pecado do povo chegue a Deus, e para facilitar que o perdão de Deus chegue ao povo” seja o estar com na diáfana transparência da Luz do que o próprio Deus para si (também em cada um de nós) gerou no ato de Criador.

    Apresentamo-lo a Deus: pedindo à Senhora e Seu esposo José (a quem também se vincula) a proteção de filho no Filho dado na Cruz.

    A sua bênção para nós,

    João Manuel

  2. Manuel Ribeiro Alves diz:

    D. António,

    Muito obrigado pela belíssima Meditação sobre o mistério da Apresentação do Deus Menino no Templo.
    Fiquei muito feliz por ter podido participar na celebração do início do seu ministério apostólico na Igreja de Lamego.
    Que a felicidade do povo de Lamego possa contagiar com o perfume da flor da amendoeira o povo das Igrejas em Portugal e mais além.
    Que dádiva maravilhosa a desta hora da Igreja, ao podermos ver tudo o que o Espírito de Jesus está a realizar!
    Muito grato pela sua amizade, permita-me permanecer a si undo na tarefa de ser “transparência da ternura de Deus”, que brota do Coração do Bom Pastor, em quem o Pai vem ao encontro do seu povo, para acariciar o rosto de todos os seus filhos.

    Manuel

  3. António diz:

    D. António Couto,
    Gostei destes textos, são maravilhosos. Estes velhinhos, SIMEÂO e ANA, que viveram felizes até ao fim da vida, na intimidade com DEUS.
    Levou-me a pensar nos de hoje. Como era bom que vivessem assim, mas não.
    Uns são assaltados, maltratados, violados.
    Outros morrem isolados, outros suicidam-se. Que horror!
    Ao escrever estas palavras, sinto as lágrimas no meu rosto.
    DEUS está muito magoado, neste encontro, entre o PAI e o FILHO.
    Vamos todos á casa do Senhor (igrejas) aos domingos e com a bênção do Sr. Bispo, vamos rezar e pedir á nossa Senhora, nossa esperança e mãe da Luz, que interceda junto DELES para que ilumine, os nossos corações e nos dê força para combater estes acontecimentos.
    Até breve.

  4. Paula Fernandes diz:

    É encorajadora esta associação do mês de Fevereiro à
    Alegria, ao Encontro, à Consagração e à Contemplação.

    Se conseguirmos viver este Fevereiro de 2012 assim – alegres, predispostos a procurar e encontrar alguém, em contínuo esforço de consagração e contemplação-, seremos FELIZES e, assim encantados, certamente que contagiaremos alguém.

    Que o caminho seja recto, longo e sempre iluminado, por essa LUZ da GRAÇA, que o Menino gratuitamente, nos dá.

    Não encontro palavras para expressar a profunda beleza do seu anúncio à Diocese de Lamego.

    Que, também a nós, contagia e alimenta.

    Que Deus a todos abençoe e proteja.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: