SÃO BENTO, PADROEIRO DA EUROPA

O dia onze de julho é dedicado ao patriarca São Bento,

Padroeiro da Europa,

Que ele mesmo ajudou a sair das cinzas do império romano,

E a renascer com a alma lavada entre o chão e o céu.

…..

São Bento nasceu em Núrsia em 480 e estudou em Roma,

Então atolada em degradação.

Olhou mais alto,

E foi ao sabor do vento até às montanhas escarpadas de Subiaco,

Sabendo que Deus não abandona os seus filhos.

Aí se recolheu numa gruta talhada nos rochedos,

Espraiou o olhar pelas deliciosas paisagens circundantes,

Partilhou o pão com os pássaros do céu,

Sentiu bem por perto a mão de Deus.

…..

Foi Deus, na verdade, que modelou, com as suas mãos carinhosas,

Aquelas pedras serenas e austeras,

Aquelas colinas,

Aqueles campos verdes,

Aqueles lagos azuis,

Aqueles passarinhos,

Aqueles lírios,

Aqueles irmãos que lhe foi dando.

…..

Da gruta de Subiaco mudou-se depois para Montecassino,

Ergueu um mosteiro,

Escreveu uma Regra de vida ao ritmo do céu e do chão,

Do pão e da oração,

Com muito Evangelho sempre à mão.

Juntou muitos irmãos.

Antes de morrer, em 547,

Já tinha desenhado o rosto da Europa que aí vinha.

Em 24 de outubro de 1964,

São Paulo VI proclamou São Bento Padroeiro da Europa.

…..

São Bento, Padroeiro da Europa, roga por nós.

Nesta encruzilhada em que vivemos.

…..

António Couto

Advertisement

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: